Amor virtual


Foto: Claudia Trevisan



 
Na verdade, se tivesse que dizer mais alguma coisa
seria só mais uma mentira.
Apertei o botão e sumi daqui.
Desperdicei a minha voracidade
transando no imaginário virtual;
menti sem pronunciar uma palavra sequer.
Como queres?
Com ou sem orgasmos mútiplos de fingimento?
Claro que podes escolher, afinal
estamos numa era digital
onde tudo que podemos ou devemos fazer
é sentar na frente de uma máquina e
ver se chegou email, quem,
ao invés de me postar uma carta nos correios
ousaria digitalizar palavras no espelho?!!
Mas, se queres olho no olho, liga a webcam!
Talvez consiga enxergar um resquício de verdade
no vazio abismal da vaidade graças à digitalização da mentira.
Sejamos gratos então, à tecnologia...

2 comentários:

Biagio Pecorelli disse...

é gostoso isso aqui...

mordo assim feito quem morde quilate de ouro. É duro, do bom.

beijo

BANZAI Surf Moda disse...

Não minto, finjo com a imaginação
Sinto com os olhos
Ando com os pensamentos
não tiro os pés do chão

falo com os gestos
pinto com o negativo
Falo introduzindo-o
Como na antiga escravidão.